Escola em Ribeirão Preto de Educação Infantil e Ensino Fundamental

Fale conosco (16) 3621-4650

Quando te encarei frente a frente não vi o meu rosto - Parte 1

15/09/2020

Hoje trazemos ilustrações do Nível III sobre o texto coletivo "Quando te encarei frente a frente não vi o meu rosto". Curtam a primeira parte dessa belíssima produção:

"O ser humano sempre tentou se diferenciar dos outros animais. Vaidosos, gostamos de nos sentir especiais. No entanto, não é fácil encontrar características que sejam exclusivamente nossas. Todos os estudos que são feitos na área da genética e do comportamento animal acabam nos mostrando que há muito mais semelhanças do que diferenças entre nós e as outras espécies. Isso causa um grande desconforto no ser humano, que não gosta de se enxergar como apenas mais uma espécie de animal, já que isso mexe com nossa frágil autoestima.

Uma ideia muito comum é a de que apenas os seres humanos têm cultura e linguagem, o que daria à nossa espécie um status diferenciado em relação às demais. A espécie humana é, por natureza, uma espécie social, de forma que a nossa sobrevivência sempre dependeu da vida em grupo. Ao longo de milhares de anos de convivência, os humanos foram aprimorando atributos que tornaram essa forma de viver mais eficiente.

Um dos recursos mais notáveis que desenvolvemos durante a nossa evolução foi a linguagem, que surgiu a partir da dependência que temos uns dos outros. Ela foi se sofisticando ao longo do tempo na medida em que fomos construindo códigos em comum e concordando sobre seus significados. No entanto, mais do que uma forma eficaz de comunicação, a linguagem permitiu que o ser humano pudesse criar infinitas formas de ver e de se relacionar com o mundo à sua volta. E, à medida que os humanos foram migrando e se espalhando pela Terra, começaram a surgir muitas línguas e formas diferentes de viver, o que fez com que inúmeras culturas distintas aparecessem.

Outra consequência da linguagem humana, principalmente nos povos que desenvolveram a escrita, é que ela aumenta muito a nossa capacidade de guardar conhecimento e passá-lo para as próximas gerações. Essa característica permitiu que nós conseguíssemos inventar e aperfeiçoar ferramentas que nos deram uma imensa capacidade de transformar o ambiente onde vivemos. A espécie humana foi a única que conseguiu ocupar todas as latitudes do planeta, e cada novo ambiente conquistado só ampliou a riqueza cultural do ser humano."

(Continua...)